TCC que fala sobre as ações antirracistas do Instituto Quilombo atinge nota máxima

A tarde desta segunda-feira (17) foi marcada por muita alegria, orgulho e garra na Faculdade Estácio de Sá. O brilho tomou conta do olhar do professor e vice-presidente do Instituto Quilombo Ilha, Renato dos Santos, que defendeu o Trabalho de Conclusão de Curso de Direito que tem como Tema – Direitos Humanos e Antirracismo: Uma análise das ações do Instituto Quilombo Ilha para a democratização ao acesso ao Ensino Superior. O trabalho obteve nota máxima e deixa Renato completamente feliz e realizado.

Renato que já possui Graduação em Geografia é também um dos fundadores do Instituto Quilombo Ilha que desde 2006 tem atuado fortemente com crescimento educacional do Município de Vera Cruz – onde o Instituto está localizado, uma vez que consegue preparar e incentivar os jovens para ingressaram no Ensino Superior. Hoje já são mais de 900 jovens aprovados.

A obtenção da nota máxima nesse trabalho demostra o sucesso nas ações do Instituto Quilombo Ilha não só para os estudantes que por ali passam mais certamente por todos aqueles que acreditam na melhoria educacional do país.

“Estou me sentindo realizado e muito feliz, por saber que consegui chegar à reta final e poder fechar esse ciclo com chave de ouro, podendo trazer para a Academia uma reflexão e discussão sobre algo que mexe muito com a minha vida e justifica o que hoje eu sou. Falo da Democratização do Acesso ao Ensino Superior através das Ações antirracistas do Instituto Quilombo Ilha. Poder nesse momento de tantas incertezas a Nível Nacional em relação ao acesso ao Ensino Superior poder discutir esse tema e mostrar que nós do Quilombo Ilha fazemos na prática a promoção dos Direitos Humanos isso só me faz cada vez mais feliz. É esse o meu sentimento no dia de hoje. Realizado”, explica Renato.

O trabalho teve a orientação da Professora Doutora Mariana de Freitas Rasga, professora Mestra Doutoranda Ana Cristina, Professora Doutora da UFBA Isadora Gonzalez e Coorientação do Mestre George Oliveira. Na banca Professor Luiz Marcelo e professora Tatiana Santana.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *